quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eu leio as pessoas e você?

Eu leio as pessoas e você ? Mais do que enxergar pessoas , eu me detenho em suas leituras . Existe uma linha tênue , entre perceber o mundo a sua volta , ou ignorá-lo baixando a cabeça e analisando bem seus lindos pés , enquanto caminha .
Certo , que o meu caminho é o mesmo já faz algum tempo , as ruas se repetem, por muitas vezes , as pessoas se repetem também e eu tenho até uma certa relação com esses desconhecidos intímos da minha vida .
Quase todas as manhãs , passo por um vizinha de rua ( que nem é tão desconhecida assim , já que sei até seu nome) . É bem cedo , e áo invés de estar lá aproveitando sua cama gostosa e quentinha , fica varrendo à frente de casa . Por muito tempo , ela foi só mais uma vizinha , com sua vassourinha e cabeça baixa matinal , hoje eu sei quem realmente ela é . Descobri que ela é cheia de sentimentos , expectativas e é feita dos mesmos sonhos que todos nós . Vi seu marido que passa meses viajando , chegando e ela o recebendo como se fosse outra pessoa . Feliz , maquiada , cabelos soltos , sorrisão na cara e o principal , sem sua vassoura. Fiquei muito feliz e entendi o real motivo de ela não aproveitar sua cama quentinha e seu sono gostoso da manhã , isso só acontece quando sua "felicidade" chega . Queria um dia com ela , sentar de manhã , na mesma calçada varrida e contar do alto da minha sabedoria de 20 anos , que não é pecado se maquiar , arrumar os cabelos e erradiar beleza , para varrer a rua . Que sua beleza e felicidade não dependem única e exclusivamente de uma pessoa , que há um mundo fora daqueles meses de espera e poucos dias de instantânea alegria. Mas não sei ,talvez jamais tenha coragem e como boa parte das coisas , só penso e não falo .
Percebi , que sei muito da vida de pessoas que nem conheço , gosto da percepção . Talvez , seja um mecanismo de defesa , ou sei lá (sempre arrisco uma análise psicológica ). Só sei ,que a partir de hoje , também vou falar não tanto do que eu vejo e sim de quem eu enxergo .

" E pela lei natural do encontros ,
eu deixo e recebo um pouco. "

5 comentários:

  1. Que surpresa boa ler seu blog! Parabéns, já tô seguindo com o maior prazer!
    Te coloquei na minha lista de "recomendações".
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Letícia,
    eu também tenho essa digamos...'mania' de analisar e enxergar além do que vejo, as vezes me pego imaginando como deve ser a vida de cada passageiro, dentro da lotação...e para onde essas pessoas estão indo... doidinha eu?!

    ResponderExcluir
  3. flor adorei teu cantinho.
    obrigado pelo apoio lá nos meus rabiscos. sucesso
    grande beijo.

    ResponderExcluir
  4. Você demonstrou uma sensibilidade rara quando disse:"Queria um dia com ela , sentar de manhã , na mesma calçada varrida e contar do alto da minha sabedoria de 20 anos , que não é pecado se maquiar , arrumar os cabelos e erradiar beleza , para varrer a rua".
    Parabéns!

    ResponderExcluir